Motivação – Um fator crítico de sucesso

Motivação – Um fator crítico de sucesso

Mario Mendes Jr
Traçar uma metodologia para tentar entender o ser humano como responsável direto pelas diversas mudanças de cotidiano em uma comunidade é primordial, pois ainda encontramos alguns fatores que os excluem de uma determinada classe, visto que as características próprias que os englobam em um mundo totalmente decisivo e auto-suficiente não são aplicadas, e é por este motivo que elaboro este texto que visa demonstrar formas sociais de melhorar a vida de moradores de comunidade de baixa renda, através da eliminação de problemas correntes por sonhos produtivos no qual possam transformar uma simples comunidade em auto-sustentável, que produzam além de produtos e manufaturas o despertar psicológico e social.
O estimulo de crescimento e motivação é algo que deve ser reforçado, principalmente nos casos crônicos de queda de auto-estima, fator constantemente encontrado em comunidades de baixa renda, pois as ameaças sócio-econômicas geram um enorme déficit das oportunidades de trabalho e quanto mais elevados ficam os índices de desemprego maior é a descrença e desmotivação da população. Há exemplo disto, devido ao grau de vaidade individual, é muito mais complicado tentar motivar um profissional que já esteve inserido em um mercado de trabalho formal, pois em alguns casos já se adquiriu um padrão de vida não compatível com situação atual, mais não entraremos neste conceito, pois é para isto que a indústria da recolocação existe e vende como chave para o crescimento profissional o estímulo para produzirem um sonho, que em muitos casos acaba gerando uma falsa realidade, não que se ter um sonho deixe de ser importante, mais um falso crédito do potencial de realização atrapalha, pois as pessoas acabam exercendo funções na qual não sentem felizes que em decorrência tornam-se prejudiciais para ambos os lados. Se eu fosse seguir com este contexto poderíamos discutir horas sobre dicas de motivação, mais o enfoque principal é: como tornar que um indivíduo nascido e criado em um ambiente repleto de disparidades sociais e num âmbito de total miséria possa antes de tudo acreditar em si e principalmente adquirir gosto pela sua profissão, até porque não possuem uma definida.
Vejo isto como um processo emergente de educação continuada, assim o conceito de desenvolvimento sustentável seria a principal ação social a ser aplicada, pois possui como estratégia promover a harmonia entre os moradores de uma determinada comunidade ao seu meio ambiente, que é o primeiro passo para se aceitarem dentro de uma sociedade de decisão, mesmo que longínquas dos grandes centros urbanos, locais estes, que alguns estudiosos costumam denominar de segregação sócio-espacial, e que eu defino como possíveis potenciais de desenvolvimento regional. Obviamente para que tudo isto se torne algo real, é extremamente necessário o envolvimento de moradores locais com um mínimo de bagagem acadêmica, tais como: alguns políticos; profissionais liberais; religiosos; etc; mais principalmente dos dirigentes de um micro ou pequeno negócio de sucesso, que outrora também estiveram inseridos neste cenário, que com base em seus históricos de sucessos e insucessos poderão orientá-los com maior precisão. Não podemos esquecer que um emprego é um bom começo para um inexperiente, o que não pode ocorrer é a acomodação com o salário ou com os atrativos e a comodidade que o emprego oferece.
Este incentivo ao bolsão de aprendizado regional deveria ser um processo casado a uma reforma do ensino em nosso país, estimulando o empreendedorismo desde o ensino fundamental, pois está mais do que provado que o empreendedorismo também se aprende na escola, uma pessoa com espírito ou treino empreendedor vai encarar o emprego como um treinamento e irá aproveitar melhor o período em que estiver na empresa. Assim o ganho irá muito além do salário, pois estará diante de informações preciosas sobre todo o funcionamento e gestão de uma empresa, e se bem orientado também irá formar uma reserva financeira e começará a planejar o seu futuro negócio.
Poucas pessoas exercem o talento que possuem e muito menos concentram a sua capacidade de empreender na possibilidade de construir um simples sonho em um negócio de sucesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *